Quem tem contato com a Doutrina Espírita, seja frequentando uma instituição espírita ou acompanhando lives, blogs e outras formas de comunicação, em algum momento ouviu falar sobre as obras da Codificação Espírita, fruto de meticuloso trabalho do professor francês Allan Kardec.

Isso porque são esses livros que fundamentam o Espiritismo, sendo imprescindível conhecê-los (ou melhor, estudá-los) para ter entendimento da mensagem proposta por essa que é conhecida como fé raciocinada, mantendo sua coerência doutrinária.

Assim, a equipe Café com Kardec elaborou uma série de artigos para apresentar a você, leitor, uma pincelada sobre cada uma dessas obras fantásticas.

Neste artigo, você tem uma pequena degustação de O Céu e o Inferno, de Allan Kardec. Aproveite!

O Céu e o Inferno segundo o Espiritismo – Primeira parte

Obra lançada em 1º de agosto de 1865, dividida em duas partes, a primeira parte com 11 capítulos onde Kardec trata da Doutrina, onde são discutidos temas como: causas do temor da morte porque os espíritas não temem a morte, o céu, o inferno, o inferno cristão imitado do pagão, os limbos, quadro do inferno pagão, esboço do inferno cristão, purgatório, a doutrina das penas eternas, código penal da vida futura, os anjos segundo a Igreja e o Espiritismo.

O Céu e o Inferno segundo o Espiritismo aborda, também, vários pontos relacionados com a origem da crença dos demônios, segundo a Igreja e o Espiritismo, intervenção dos demônios nas modernas manifestações, e a proibição de invocar os mortos.

Nestes capítulos Kardec procura despertar a atenção do leitor para a incongruência das penas eternas em relação à Justiça Divina, chamando sua atenção para que passe o que está lendo pelo crivo da razão, buscando uma fé raciocinada.

O Céu e o Inferno segundo o Espiritismo – Segunda parte

Na segunda parte de O Céu e o Inferno segundo o Espiritismo, com as comunicações obtidas de Espíritos que desencarnaram em diversas situações, é possível conhecer suas impressões do além-túmulo fazendo com que o leitor possa compreender melhor um dos fundamentos da Doutrina Espírita que é a Lei de Causa e Efeito, em perfeita sintonia com as Leis Divinas – leia também artigo sobre livre-arbítrio.

Constam desta parte, narrações de espíritos felizes, infelizes, espíritos em condições medianas, sofredores, suicidas, criminosos arrependidos, espíritos endurecidos e as expiações terrestres.

A leitura desta obra permitirá ao leitor, mesmo que não seja espírita, resposta a vários questionamentos do que acontece a alma depois da morte do corpo físico. Aproveitem bem esta leitura!

Para conhecer mais detalhes de O Céu e o Inferno segundo o Espiritismo, confira outros artigos sobre o tema:

O Céu e o Inferno: a obra prima esquecida

 O Céu e o Inferno revela a vida do Espírito após o desencarne

E, claro, leia a obra na íntegra – clique aqui para acessar em PDF!

Share This