Dando sequência à apresentação das obras que levam a assinatura de Allan Kardec, fruto de um rigoroso e impecável trabalho que deu origem à Codificação Espírita, vamos conhecer O Livro dos Médiuns!

Ele é essencial para o entendimento do fenômeno mediúnico e, claro, para a sua prática.

O Livro dos Médiuns surge em 1861

“Espiritismo Experimental O Livro dos Médiuns Guia dos Médiuns e dos Doutrinadores”, mais conhecido como O Livro dos Médiuns, foi publicado por Allan Kardec em 1861 – quatro anos após a obra fundamental da Doutrina Espírita: “Filosofia Espiritualista O Livro dos Espíritos”.

Antecedendo O Livro dos Médiuns, Kardec publicou em 1858 a obra Instruções Práticas Sobre as Manifestações Espíritas.

Neste livro de 1858, temos um interessante vocabulário organizado por Kardec sobre a Doutrina Espírita, glossário este com aproximadamente cento e onze (111) palavras. Em O Livro dos Médiuns este glossário foi reduzido para apenas 24 vocábulos.

Gostamos de pensar que Allan Kardec editaria um dicionário sobre o Espiritismo. Infelizmente, não deu tempo. Cabe a nós recuperarmos esta ideia. Mas, um glossário sobre a Doutrina Espírita conforme está nas obras escritas por Allan Kardec, que denominamos Codificação Espírita.

Destaques de O Livro dos Médiuns

Em O Livro dos Médiuns tudo é imprescindível, porém, para fins deste pequeno artigo, ressalto duas informações que julgo muito importantes – acompanhe:

  1. O Livro dos Médiuns é um tratado científico do Espiritismo

A primeira é que O Livro dos Médiuns é um tratado científico de Espiritismo. Assim sendo, Kardec criou conceitos especiais para a Ciência Espírita e correspondentes neologismos.

Por exemplo: mediunidade, médium, erraticidade, psicografia, perispírito, etc. Todas estas palavras foram construídas com radicais, prefixos e sufixos greco-latinos, que são os idiomas da filosofia e da ciência até hoje.

Allan Kardec também atribuiu novos significados a outros vocábulos já existentes, a saber: alma, Deus, Espírito, entre outros.

Portanto, a Doutrina Espírita (Filosofia e Ciência) tem seu vocabulário próprio suficiente e necessário ao seu objeto de estudo. A pessoa que usar palavras como: carma (karma), astral, duplo-etéreo, chacra, etc., demonstra que não conhece a Doutrina Espírita ou age de má-fé.

Dica: sugerimos a leitura dos artigos abaixo, que possuem relação com o assunto abordado neste item:

Porque o vocabulário espírita é tão importante

Porque não sou espírita karcecista

  1. O Livro dos Médiuns: Espíritos existem e podem se comunicar

Em segundo lugar, O Livro dos Médiuns já parte da existência dos Espíritos que estão na erraticidade e de sua comunicação com os Espíritos encarnados (almas).

A fase da pesquisa parapsicológica e metapsiquica, que indagam se existem ou não Espíritos, se há ou não comunicação, etc., tudo isto está superado para Kardec.

Com efeito, ele demonstrou as questões acima com método próprio, que ouso denominar científico-filosófico. Assim, ao constatar o fenômeno das mesas girantes, ele ponderou sobre um novo fluido que as movimentavam.

Isto é ciência e é pesquisada por métodos científicos. Mas, quando as “mesas girantes” demonstraram inteligência e vontade próprias, necessário se fez a indagação filosófica.

Nos itens 1 a 6, do capítulo denominado “Existem Espíritos?”, e, nos itens 36 a 51, do capítulo “Sistemas” de O Livro dos Médiuns, Allan Kardec demonstrou filosoficamente a existência dos Espíritos, a possibilidade de eles se comunicarem.

Refutou todas as teses contra a mediunidade com argumentos lógico-filosóficos. A partir dai, passou a analisar os problemas inerentes à mediunidade em si. Os quais são muitos e complexos, mas que Allan Kardec explicou e resolveu no grandioso O Livro dos Médiuns – ele, ainda, explicou os tipos de mediunidade, entre elas psicografia, psicofonia e até a mediunidade de cura

Esta singela nota histórica mostrou, resumidamente, o conteúdo dessa grandiosa obra. Esperamos que também possa despertar o interesse em estudar O Livro dos Médiuns, por isso, deixamos o link para acessar o conteúdo completo – clique e comece a ler agora mesmo:

O LIVRO DOS MÉDIUNS – CONHEÇA JÁ!

Share This