“Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sem cessar. Esta é a Lei.”

Espiritismo é o conhecimento sobre o Espírito, ser inteligente submetido à Lei do Progresso por Deus seu Criador. Vida para o Espiritismo é a vida do Espírito. O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec, contém todos os ensinamentos sobre o Ser Espiritual.

Portanto, podemos afirmar que o verdadeiro sentido da vida para o Espiritismo é o progresso do Espírito esteja ele na condição de encarnado ou desencarnado.

O Livro dos Espíritos, nas questões 132, 133 e 133-a, analisa o sentido da vida corporal sob o título “Objetivo da Encarnação” (1).

Lá, aprendemos que o Espírito é criado simples (único) e ignorante (sem conhecimentos), mas destinado à perfeição. Sendo que nas primeiras fases do progresso ele necessita de vidas corporais. “O homem quintessência o espírito pelo trabalho e tu sabes que é somente pelo trabalho do corpo que o Espírito adquire conhecimentos”. (2)

Entendemos também que para o Espírito adquirir a perfeição deve cumprir três trabalhos enquanto encarnado, a saber: realiza missão, sofre expiação e colabora na obra geral da criação.

A missão consiste em uma tarefa singela ou grandiosa de acordo com a capacidade intelectual e moral do Espírito.

A verdadeira expiação consiste nas vicissitudes da existência corporal – vicissitude que é a alteração pela passagem do tempo. É inegável a aprendizagem obtida pelo Espírito ao ver seu corpo passar da infância à ancianidade.

A vida corporal serve, ainda, para o Espirito cumprir sua parte na obra geral da Criação, devidamente explicada nos livros da Codificação Espírita, ou seja, nos livros escritos por Allan Kardec – conheça aqui os livros lançados por Kardec no mês de janeiro.

Concluindo, o verdadeiro sentido da vida para o Espiritismo é atingir a perfeição. O modo e a forma de obtê-la encontra-se em detalhes na Codificação Espírita e em especial nas questões citadas no texto – sugerimos que conheça, também, o papel da esposa do Codificador, Amélie Gabrielle Boudet para o surgimento das obras que fundamentam o Espiritismo.

Somos Espíritos. Nosso livro é O Livro dos Espíritos. Devemos estudá-lo para conhecer a Verdade e nos libertarmos da ignorância, que é a mãe de todos os males.

Referências:

(1) – KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. Questões 192 a 133-a.

(2) – KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. Prolegômenos.

Share This